Prefeitura de Hidrolândia nega liberação de dirigentes sindicais

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Hidrolândia denuncia que a prefeitura da cidade cassou o direito à liberação de dirigentes sindicais para mandato na entidade.

Cicero Justino, vice-presidente da organização laboral, afirma que até o último mandato sindical, de 2017 a 2019, foram liberados três membros da diretoria para atuação no sindicato, mas após a última eleição, quando o grupo é renovado e a entidade envia ofício ao Executivo anunciando os nomes a serem liberados, a prefeita Ires Moura Oliveria responde negando a questão.

A negativa é datada do dia 11 de dezembro de 2019. No documento, a prefeitura afirmar que a legislação municipal é omissa sobre a disposição de profissionais para mandato classista. A gestão propõe, entretanto, que dois profissionais possam ser disponibilizados, mas sem remuneração.

Para o sindicato, a medida é um ataque à liberdade sindical. “Enviamos um (novo) ofício citando artigos da lei orgânica do município e argumentando que sempre foi liberado servidores para ficar à disposição na entidade. Sem nenhuma resposta, o sindicato continua sem liberação de membros da diretoria. Nesse novo ofício pedimos a revogação do ofício resposta, caso seja negado, entraremos com um mandato de segurança”, detalha Cicero.

DEIXE UM COMENTÁRIO