Mobilize: Quarta-feira (30/9) é Dia Nacional de Lutas contra a Reforma Administrativa

A próxima quarta-feira (30/9) será marcada por mais um ato de combate à precarização do serviço público. Nessa data, servidores e entidades representativas de todo o Brasil realizam o Dia Nacional de Lutas contra a Reforma Administrativa.

Mobilizações virtuais e presenciais estão sendo chamadas para a demonstração dos prejuízos que a PEC 32/2020 trará para a Administração Pública e toda a sociedade caso seja aprovada no Congresso Nacional.

A Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Estado do Ceará (Fetamce) integra a luta e convoca os sindicatos filiados para também mobilizarem ações. Diante do atual cenário de destruição do serviço público brasileiro e precarização do atendimento à população, é o momento da categoria unir forças para barrar a aprovação da proposta que, entre outros, acaba com a estabilidade dos servidores e coloca o Estado como subsidiário em favor de empresas privadas e interesses políticos.

Para a presidente em exercício da Fetamce, Carmem Santiago, é fundamental que trabalhadores e trabalhadoras do setor público estejam integrados na luta contra todas as medidas que atacam a categoria e promovem a perda de direitos. “A reforma mexe conosco diretamente, seja com o fim do Regime Jurídico, com o fim de quinquênios e anuênios, com o fim da estabilidade, com o fim dos recessos de final de ano para a educação, com a flexibilização do concurso e demais mazelas. Precisamos reagir. Informar a população e aos servidores o que significa a reforma. A atuação dos sindicatos de municipais nesta luta é essencial para barrar a reforma. Nossa resistência é nossa arma. Diante da Pandemia, estamos com limitações, mas não podemos nos acomodar”, enfatiza.

A Federação sugere que no dia 30 seja organizada uma ação unificada em todos os municípios. A ideia é ocupar as redes sociais, percorrer as cidades com carros de som, produzir faixas para serem colocados em espaços públicos, assim como, para quem puder, a realização de atos presenciais. As atividades fazem parte do calendário da Frente Estadual contra a Reforma Administrativa.

DEIXE UM COMENTÁRIO