Forum Social Temática da Bahia amplia diálogo com trabalhadores

A Federação Nacional dos Urbanitários (FNU/CUT) promoveu duas oficinas do Fórum Social Temático da Bahia, na sexta-feira (29) em Salvador, ampliando o diálogo dos trabalhadores das empresas de energia, gás, saneamento e meio ambiente, com os milhares de participantes já inscritos.


De acordo com o vice-presidente da FNU e líder eletricitário baiano, Paulo de Tarso, o Fórum foi uma excelente oportunidade para ampliar a mobilização em defesa dos serviços públicos, contra a privatização, e sublinhar a importância de garantirmos o seu acesso universal, bem como a criação e consolidação de instrumentos de controle social destes bens. “O Brasil é um país continental e a realização do Fórum Social Temático em Salvador possibilitou uma maior aproximação com a realidade do Nordeste, onde particularmente a energia eólica tem grande potencialidade”, ressaltou.


Paulo também avalia que o debate propiciou um maior conhecimento sobre a questão, fundamental para o desenvolvimento nacional, e que muitas vezes não ganha a necessária visibilidade. “O nosso grande desafio é que as pessoas participem mais e se envolvam, porque o Fórum teve uma agenda extensa, mas a luta continua. Juntos, debatemos as perspectivas para o pós-crise, a agricultura familiar, a luta feminina e tantos outros temas extremante atuais e que dizem respeito ao nosso presente e ao nosso futuro”, acrescentou.


Na sexta-feira, das 14h às 18h, no auditório da Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal da Bahia aconteceu a oficina “Avanços, Desafios e Perspectivas do Saneamento Ambiental no Brasil”, com exposições do professor Luiz Roberto Santos Moraes (UFBA); Leo Heller, pesquisador e professor (UFMG); Franklin Moreira Gonçalves, presidente da FNU; Rogério Matos de Araújo, secretário de Saneamento da FNU; Antonio Emilson de Carvalho, coordenador do Movimento Paulo Jackson – Ética, Justiça e Cidadania; Crispim Carvalho da Hora, diretor do Sindae/Bahia e Bartiria Perpétua Lima da Costa, da Frente Nacional pelo Saneamento Ambiental.


No sábado (30), das 15h às 19h, no auditório da Faculdade de Arquitetura da UFBA, a oficina “Matriz Energética e a Relação com o Meio Ambiente – A energia eólica no mundo e sua potencialidade no Nordeste brasileiro” reúne o PHD em Engenharia Mecânica e professor da UFPE, Alcides Codeceira Neto; a coordenadora de Mudanças Climáticas do Ministério do Meio Ambiente, Andréa Santos; o presidente da FNU/CUT, Franklin Gonçalves e o secretário de Relações Internacionais da FNU/CUT, Edvaldo Gomes de Souza; e um representante da Companhia Hidroelétrica do São Francisco (CHESF).
Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO