Dia Mundial da Água – O acesso universal é da responsabilidade dos governos

No Dia Mundial da Água, 22 de março de 2011, Internacional de Serviços Públicos, a federação sindical internacional, pediu aos governos que imediatamente salvar vidas através da aplicação da nova resolução das Nações Unidas sobre o direito à água e saneamento.


Governos dos Estados membros da Assembléia Geral da ONU votou em 28 de julho de 2010 em apoio à resolução, que declara um direito humano fundamental de acesso à água e saneamento. Embora a resolução não é vinculativa, exprime um consenso global.


É imperativo que os governos alocar os recursos necessários para assegurar o acesso universal à água e ao saneamento. A maioria dos governos podem fazer, ainda não se queira. É um problema político e não ao mercado.


Dos trabalhadores e sindicatos, em conjunto com a sociedade civil e outras forças progressistas, depende para aplicar pressão política.


Temos também de fazer uma pressão organizada sobre as instituições internacionais como o Banco Mundial e bancos regionais de desenvolvimento, para parar de usar fundos públicos para reforçar a privatização.


Alguns governos e as instituições continuam a ser orientada para a dinâmica e intervenientes no mercado, aparentemente, na crença de que a água se transforma em item é vendido e comprado no mercado, melhorar o seu destino para as mais produtivas.


É uma visão do problema que os sindicatos rejeitam categoricamente ISP.


Acreditamos que os serviços de água e saneamento são de responsabilidade fundamental dos governos e não deve ser terceirizada, como uma fonte de lucro. QPS são aqueles que dependem de nossas famílias e comunidades.
Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO