Centrais Sindicais se reúnem com parlamentares pela valorização do salário mínimo

“Valorização do Salário Mínimo é mecanismo de distribuição de renda e justiça social”, Foi com esse mote que as Centrais Sindicais (CUT, CTB, Força Sindical, Nova Central e UGT) reafirmaram aos parlamentares da bancada cearense – Câmara Federal e Senado, a importância da valorização do salário mínimo, que precisa ser garantida de forma permanente e consolidada, dando aos trabalhadores ganhos reais. O encontro com os parlamentares aconteceu nesta segunda-feira, dia 14/2, às 8h30, na sede do Sindicato dos Bancários do Ceará. Dirigentes da FETAMCE estiverem presentes ao encontro.


Os representantes locais das cinco Centrais Sindicais ressaltaram que este é o principal instrumento de distribuição de renda no País, tendo repercussão em toda a cadeia produtiva. O movimento nacional levantado pelas Centrais é em defesa do salário mínimo de R$ 580,00 para este ano.


Compareceram ao encontro, os deputados federais cearenses Chico Lopes (PCdoB), André Figueiredo (PDT), Artur Bruno e Eudes Xavier (ambos do PT) e o senador Inácio Arruda ( PCdoB). Os parlamentares cearenses presentes foram unânimes em assumir o compromisso de fortalecer a luta na valorização do salário mínimo no Congresso Nacional, pois todos, disseram, são sabedores da importância dessa luta, para diminuir as desigualdades e superar a miséria.


A presidente da FETAMCE, Sebastiana Rodrigues Faustino, Netinha, que compôs a mesa do encontro das Centrais com os parlamentares, reafirmou o compromisso dos servidores municipais em fortalecer a luta pela valorização do salário mínimo. “Nós servidores bem sabemos a importância dessa luta. Nós vamos estar juntos com a nossa central, a CUT, com disposição para defender o salário de R$ 580,00, nos mobilizando”.
Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO