8ª Plenária da Confetam/CUT começa em Curitiba com a participação de 18 estados

23 servidores/as municipais cearenses representarão o Estado na 8ª Plenária Nacional da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (Confetam/CUT), que acontece de 9 a 11 de agosto, em Curitiba (PR).

Cerca de 150 delegados e delegadas de 18 estados do país participam da 8ª Plenária Nacional da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (Confetam/CUT), aberta no início da tarde desta sexta-feira (9), em Curitiba (PR).

A atividade reúne servidores públicos municipais, dirigentes de sindicatos e de federações da categoria dos estados de Santa Catarina, São Paulo, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Piauí, Sergipe, Ceará, Goiás, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Espírito Santo, Paraná, Roraima, Rondônia, Rio Grande do Norte e Rio de Janeiro.

A plenária nacional dos trabalhadores das prefeituras foi aberta pela presidenta da Confetam/CUT, Vilani Oliveira, recém eleita presidenta da Confederação dos Trabalhadores do Serviço Público Municipal das Américas (Contram/ISP), que deu as boas vindas aos participantes.

Também participaram da mesa de abertura a presidente da Central Única dos Trabalhadores do Paraná (CUT/PR), Regina Cruz, a coordenadora da Vigília Lula Livre, Rosane Silva, a secretária nacional de Relações do Trabalho da CUT, Graça Costa, e o presidente da Federação dos Servidores Públicos Municipais do Paraná (Fessmuc), Antônio Carlos Nascimento, o “Bananinha”.

Unidade das esquerdas

Neste momento, o ex-senador Roberto Requião (PMDB) e o coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos (PSOL) analisam a conjuntura política e econômica do país. Eles discutem a crise do capitalismo, o desmonte do Estado de bem-estar social e a importância da unidade das esquerdas para o enfrentamento à ascensão da extrema-direita do Brasil, representada pelo desgoverno do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

O programa da 8ª Plenária Nacional da Confetam/CUT segue à noite com a participação das representantes do Ramo dos Municipais na direção nacional da CUT. Graça Costa, Jandyra Uehara, secretária de Políticas Sociais e Direitos Humanos, e Junéia Batista, secretária nacional da Mulher Trabalhadora da CUT e presidenta do Comitê Mundial de Mulheres da Internacional de Serviços Públicos (ISP/Américas), falarão sobre a resistência dos trabalhadores do serviço público à destruição de direitos.

Os debates continuam no sábado (10) e encerram no domingo (11) com uma visita à Vigília Lula Livre, montada nas proximidades da sede da Superintendência da Polícia Federal do Paraná, local em que o ex-presidente Lula é mantido como preso político desde 7 de abril do ano passado. Na ocasião, a presidenta da Confetam/CUT, Vilani Oliveira, entregará a Carta dos Servidores Municipais ao Presidente Lula.

Veja o programa completo: 

9 DE AGOSTO – SEXTA

13h – Abertura

Vilani Oliveira – presidenta da Confederação dos Trabalhadores do Serviço Público Municipal das Américas (Contram/ISP) e da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Brasil (Confetam/CUT)

Denise Mota Dau – coordenadora da Internacional de Serviços Públicos (ISP Américas)

Regina Cruz – presidente da CUT Paraná

Representante da Central Única dos Trabalhadores (CUT)

14h – Análise de conjuntura

A crise no capitalismo: o desmonte do Estado de bem-estar social e a unidade das esquerdas

Roberto Requião – Advogado, jornalista, urbanista, ex-governador e ex-senador do Paraná, e ex-prefeito de Curitiba (MDB)

Guilherme Boulos – coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) e candidato à Presidência da República em 2018 (PSOL)

16h – Debate

18h – Os trabalhadores do serviço público e a resistência à destruição de direitos

Graça Costa – secretária nacional de Relações do Trabalho da CUT

Junéia Batista – secretária nacional da Mulher Trabalhadora da CUT e presidenta do Comitê Mundial de Mulheres da ISP Américas

Jandyra Uehara – secretária nacional de Políticas Sociais e Direitos Humanos da CUT

10 DE AGOSTO – SÁBADO

8h – Leitura e aprovação do Regimento Interno

8h30 – A disputa pelo orçamento público: privatização da Previdência Social e o papel do Parlamento

Tadeu Veneri – deputado estadual pelo PT do Paraná

9h30 – Debate

10h30 – A Quarta Revolução Industrial e o futuro do trabalho

Clemente Ganz Lúcio – diretor técnico do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE)

11h30 – Debate

12h30 – Almoço

14h – Os desafios da organização sindical, representação e sustentação financeira

Vilani Oliveira – presidenta da Contram/ISP e da Confetam/CUT

Denise Motta Dau – coordenadora da ISP Américas

Antônio Megale – representante da LBS Advogados

16h – Debate

17h – Coffee Break

17h30 – Balanço político e organizativo da gestão

18h – Prestação de contas e previsão orçamentária

11 DE AGOSTO – DOMINGO

8h30 – Plano de lutas

9h30 – Apresentação de moções

10h30 – Encerramento

12h – Almoço no Acampamento Lula Livre

13h – Visita à Vigília Lula Livre – Superintendência da Polícia Federal de Curitiba/PR

14h – Retorno aos estados

*Programa sujeito a alterações

Serviço:

8ª Plenária Nacional Estatutária da Confetam/CUT

9, 10 e 11 de agosto de 2019

Hotel Nacional Inn – Rua Lourenço Pinto, 458, Centro

Curitiba/PR

Fonte: Confetam

DEIXE UM COMENTÁRIO