Servidores da saúde e da assistência social fazem manifestação em Icó

Liderados pelo Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Icó – SINDSEPMI, trabalhadores da saúde e da assistência social do município foram às ruas no último dia 15. A atividade atendeu às medidas de proteção necessárias e colocou em pauta o problemas vivenciados pelo grupo que está na linha de frente de combate à pandemia, mas com péssimas condições de trabalho.

Os servidores explicam que não recebem adicional de insalubridade, noturno ou de periculosidade e acumulam 15 anos sem reajuste salarial. As categorias reivindicam a abertura urgente de mesa de negociação com Prefeitura.

O Presidente do Sindicato, Irlenio Silva, parabenizou os representantes das categorias que participaram do ato, que batalham por “direitos básicos que estão sendo negados pela gestão”, e disse que, “sem luta não há vitória”.

Conheça as principais pautas do movimento:

1. Discutir Índice de reajuste para as categorias que recebem vencimentos acima do salário mínimo, bem como definir data base para essa atualização;

2. Adicionais: Insalubridade, Noturno e Periculosidade;

3. PCCS – Plano de Cargos, Carreiras e Salários para todos os servidores.

Vídeo do ato:

DEIXE UM COMENTÁRIO