Neste domingo (13), Parada LGBT leva às ruas o combate ao retrocesso


A Avenida Beira Mar de Fortaleza recebe no próximo domingo (13) a 17º Parada pela Diversidade Sexual do Ceará, com o tema “Basta de close errado! Por Cidadania plena LGBT, Nenhum passo atrás”. O evento repudia a onda conservadora que toma conta do país e os retrocessos no campo da política, que se distância cada vez mais da criminalização da LGBTfobia.


 


Tradicionalmente, a Parada reúne mais de 500 mil pessoas na principal orla da Capital. Segundo os movimentos que organizam a atividade, liderados pelo Grupo de Resistência Asa Branca (Grab), além da reivindicação, haverão muitas expressões artísticas LGBTs (lésbica, gay, bissexual, travesti e transexual) e trios elétricos.


 


Estatísticas


 


A passeata coloca a luta contra o preconceito e por igualdade de oportunidades na ordem do dia, tendo em vista que o Brasil amarga o preço da intolerância e lidera ranking de violência contra homossexuais no mundo. O país registra uma morte de LGBT a cada 28 horas. Em 2015, 318 homossexuais foram mortos no País. Para a população total do Brasil, o índice de assassinatos de LGBT é de 1,57 para cada milhão de habitantes.


 


“Vamos às ruas com bandeiras do arco-íris, símbolo do movimento LGBT, pedir o fim da homofobia, defender a inclusão da discussão de gênero nas escolas e criticar o avanço das pautas conservadoras no Congresso Nacional”, diz o Secretário LGBT da Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Estado do Ceará (Fetamce), Rafael Fernandes. A entidade sindical é uma das organizadoras do evento e contará com trio na atividade.


 


Seminário e Pré-Parada


 


Na quarta-feira, dia 9 de novembro, às 14h, na Fetrace (Rua Padre Mororó, 1055 – Centro, Fortaleza), o GRAB realiza o Seminário Oficial da 17º Parada pela Diversidade Sexual. Na oportunidade, Luma Andrade, da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira e primeira professora doutora travesti a fazer parte do quadro de docentes efetivos de uma universidade pública federal, é uma das convidadas. Além dela, o deputado estadual Renato Roseno aprofundam a discussão sobre a necessidade de políticas públicas específica para esta parcela da população. 


 


Já no sábado, dia 12, acontece a Feira Mix e Pré-Parada, de 9 às 22h, no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura. Lá, haverá prestação de serviços e informações à população LGBT, além de shows em palco que será montado na praça que dá acesso ao equipamento público.


 


Programação da Semana da Diversidade Sexual do Ceará:


 


– Seminário “Basta de close errado! Por Cidadania plena LGBT, Nenhum passo atrás!”


 


9 de novembro, às 14h, na Fetrace (Rua Padre Mororó, 1055 – Centro, Fortaleza)


 


– Feira Mix e Pré-Parada


 


12 de novembro, de 9 às 22h, no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura.


 


– 17ª Parada pela Diversidade Sexual do Ceará – “Basta de close errado! Por Cidadania plena LGBT, Nenhum passo atrás!”


 


13 de novembro de 2016, domingo, a partir das 14 horas, com Concentração Av. Beira Mar (em frente à barraca do Joca).


 


Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO