Fetamce participa de audiência pública sobre a situação dos hospitais do Ceará


Com o intuito de contribuir e esclarecer a situação de crise de alguns hospitais do Ceará, o Conselho Estadual de Saúde do Ceará (Cesau-CE), realiza hoje(20), no auditório da Secretaria de Saúde, uma Audiência Pública com o tema: Financiamento e Crise da Rede Hospitalar do Ceará. 


O debate discute a situação dos hospitais situados nas 7ª CRES/Aracati, 9ª CRES/Russas, 18ª CRES/Iguatu, 20ª CRES/Crato e 21ª CRES/Juazeiro do Norte que sinalizaram fechamentos de suas unidades por falta de repasse financeiro dos municípios.


Segundo o assessor técnico do Cesau, Lucivaldo Fárias, os representantes dos hospitais buscaram ajuda do Conselho, já que estão tendo dificuldades para manter o funcionamento das unidades. “No dia 06 de fevereiro, membros da Câmara Técnica de Acompanhamento de Regionalização da Assistência do SUS (Canoas) estiveram na cidade de Aracati para uma reunião com os gestores da 7ª Região de Saúde/Aracati e fazer o levantamento da situação. A partir dessa visita, o Pleno do Cesau decidiu por uma audiência pública para tratar, também, da situação dos hospitais das outras regiões de saúde que se colocam na mesma situação”, explica. 


A presidenta do Cesau-CE, Ana Mello, esclarece que a ideia é unir forças para captação de recursos junto ao Ministério da Saúde. “Temos que tentar aumentar a per capta da saúde do Ceará no Ministério”, esclarece. O valor por habitante que o Ceará recebe de recursos federais para a saúde é de R$ 40,12, o que deixa o estado apenas na 22ª colocação em comparação às outras unidades federativas brasileiras.


O secretário LGBT da Fetamce e membro do colegiado do CESAU, Rafael Fernandes, representa a entidade no evento, que conta ainda com organizações como OAB, Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa, coordenadores das CRES, representante da Bancada Federal na Comissão de Saúde do Ceará e Confederação dos Hospitais Filantrópicos.


Source: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO