PERSEGUIÇÃO AO PRESIDENTE DO SINDICATO DOS PROFESSORES DE CRATEÚS

O presidente do Sindicato dos Professores da Rede Pública Municipal de Crateús, Professor Edilson Alves Martins Pinto, está sendo injustamente processado por Maria Aurineide Pires de Araújo Aguiar, ex. Secretária de Educação e atual Secretária de Administração do Município de Crateús, por defender a lisura dos gastos públicos com a Educação deste município e os Direitos dos Professores.


A referida secretária está movendo dois processos contra Edilson Martins, sendo um cível, cobrando R$40.000,00(quarenta mil reais), em indenização por danos morais, como se não bastasse, também está movendo um criminal, que se condenado, o mesmo pode pegar de 6 meses a 2 anos de reclusão. A primeira audiência do processo criminal acontecerá no dia 13 de outubro do corrente ano, no Juizado Especial, sob a responsabilidade do promotor de justiça Dr. Bráulio Vitor.


Para este dia estamos mobilizando uma grande manifestação, caminhada pelo centro da cidade até o fórum, onde entregaremos ou responsável pela audiência, um abaixo – assinado, repudiando a atitude antidemocrática da Sra. Secretária, com o máximo de assinaturas que conseguirmos coletar até lá. Não podemos jamais, permitir que um trabalhador seja preso, incriminado por defender os direitos de seus pares, por denunciar desvios de verbas públicas.


Pois se vivemos uma democracia, não é concebível que atitudes desta forma calem o grito dos trabalhadores, que clamam por melhores condições de trabalho e justiça social. Participe conosco deste grande ato público e nos ajude a mostrar para a administração municipal de Crateús que basta de ditadura em nosso município.


Dentro da campanha de apoio ao Edilson Martins, além do abaixo-assinado, também fixamos faixas informativas por diversos pontos da cidade, dando conhecimento à sociedade sobre o acontecido; estamos distribuindo adesivos para carros e motos; divulgando spot`s na rádio com depoimentos de apoiadores; e estamos vendendo camisetas com as seguintes frases:


(frente)  EU SOU O EDILSON MARTINS;  EU SOU O SINDICATO DOS PROFESSORES ; LUTO POR EDUCAÇÃO PÚBLICA DE QUALIDADE E JUSTIÇA SOCIAL

(verso)  NÓS TRABALHADORES/AS, NÃO PODEMOS PERMITIR JAMAIS O CALAR DE NOSSAS VOZES!
Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO