Fortaleza: Servidores fazem protesto em frente ao Hospital do Coração

Organizações sindicais do ramo dos servidores públicos do Ceará realizaram novo ato, agora em frente ao Hospital do Coração, em Fortaleza, na manhã de hoje, 02 de julho. Chamada de “Em defesa da vida, mais serviços públicos”, a atividade cobrou segurança, saúde e valorização para a categoria, especialmente para os trabalhadores da linha de frente de enfrentamento da pandemia.

Além disso, a manifestação cobrou a derrubada dos vetos de Bolsonaro que impedem os reajustes para categorias diversas, que seriam possíveis depois que a hoje Lei Complementar 173 foi votada no Congresso Nacional.

Os manifestantes repudiaram ainda a Proposta de Emenda à Constituição, chamada de PEC Emergencial, que prevê a redução salarial de servidores em 25%.

Carmem Santiago, presidente em exercício da Fetamce, esteve presente no evento e lembrou que mais de 11 mil servidores da linha de frende adoeceram por Covid. Destes, mais de duas dezenas já perderam a vida. “Estamos colocando nossas vidas em risco e morrendo no trabalho. É inadmissível e cruel que tenhamos que estar aqui para lutar por direitos básicos, como manutenção de salários e reajustes. Resistiremos ao governo da morte”, enfatiza.

DEIXE UM COMENTÁRIO