Centrais sindicais do Brasil doam R$ 200 mil às vítimas do terremoto no Haiti

As seis centrais sindicais brasileiras – CUT, CTB, Força Sindical, Nova Central, CGTB e UGT – decidiram, em reunião realizada na sexta-feira (15), na cidade de São Paulo, destinar R$ 200 mil às vítimas do terremoto no Haiti. A quantia será enviada por meio da Cruz Vermelha e deve chegar o mais rápido possível ao país caribenho.


Na tragédia, o Brasil perdeu a médica Zilda Arns, fundadora da Pastoral da Criança, e de pelo menos 15 militares envolvidos na polêmica missão militar da ONU, que tiveram sua morte confirmada quinta-feira (14) pelo comandante do Exército, Enzo Peri.


O forte terremoto que sacudiu o país na tarde da última terça-feira, 12 de janeiro, abalou o mundo. O presidente da CTB, Wagner Gomes, salientou a importância da solidariedade internacional. “Não podemos nos abster frente a tanto sofrimento e destruição. Lamentamos muito o fato ocorrido e somos solidários a este povo tão sofrido.”


Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO