Servidores do Crato lançam Campanha Salarial 2020 “A Esperança Tá na Rua”

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Crato (SINDSMCRATO) lançou, no dia 19 de dezembro de 2019, no Auditório da Rádio Educadora do Cariri, a Campanha Salarial Municipal Unificada 2020 dos trabalhadores do serviço público municipal.

Com o tema “A Esperança Tá na Rua – É tempo de derrotar o neoliberalismo e defender o serviço público!”, a mobilização foca na luta dos servidores deste período de retrocessos nos direitos e na democracia. A proposta de ação é também unificada com as representações nacional e estadual do ramo, em ação coordenada pela Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (Confetam/CUT) e pela Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Estado do Ceará (Fetamce).

Participaram da solenidade de lançamento Denise Pinheiro, presidente do SINDSMCRATO, Francirléa Filgueira, secretária de comunicação da Fetamce, Oldack Sucupira, Vice-Presidente do Sindsmcrato e diretor da Confetam, e toda a diretoria da entidade, além da advogada Romênia Botelho, que assessora o SINDSMCRATO.

Entres as pautas, a categoria reivindica serviço público de qualidade; valorização das trabalhadoras e trabalhadores do setor; garantia da estabilidade; concurso público; negociação coletiva de trabalho; reajuste salarial com ganho real; liberdade de organização sindical; Plano de Cargos e Salários; Fundeb permanente; educação pública, laica e de qualidade; verbas para o SUS e o SUAS; revogação da EC 95 e das reformas neoliberais, como a trabalhista e previdenciária; e a defesa da soberania nacional, da Petrobrás e das estatais.

De forma uníssona, as vozes presentes no lançamento deixaram claro que quem vai “consertar” este país depois do golpe e do desastre bolsonarista será o povo trabalhador. Desta forma, o movimento sindical municipalista disse que é preciso enfrentar os milicianos, as ameaças de AI-5 e todas as formas de perseguição que essa elite venal e golpista possa impor. Há coragem, há esperança e ela vai tomar as ruas.

DEIXE UM COMENTÁRIO