Servidores da saúde de Itapiúna entram em estado de greve após 70 dias sem salário


O Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos Municipais de Itapiúna – SINSEPUMI realizou na última quinta-feira, dia 10 de Julho, na sede da entidade, Assembleia Geral Extraordinaria que deliberou pela instalação de estado de greve dos servidores da saúde. A situação chegou a este ponto devido a repetidas negativas da Prefeitura de Itapiúna de honrar com o pagamento de dois meses de salário dos profissionais da área, atrasado há 70 dias.


Após a mobilização e assembléia de quinta-feira, a Prefeitura pagou um dos meses de salário atrasado. A categoria deliberou no encontro que o executivo municipal terá até o dia 20 deste mês para pagar o outro mês pendente. Caso isto não ocorra, profissionais de enfermagem, médicos, técnicos e outros pretentem iniciar greve geral a partir do dia 21. Por sua vez, o município, para evitar a paralisação completa das atividades, afirma que realizará o pagamento até o prazo final, dia 20 de julho.


O estado de greve contará com manifestações e possíveis paralisações em determinados períodos. Entre as ações, será levada uma comissão à sede da Procuradoria dos Crimes contra a Administração Pública (PROCAP), que pertence ao Ministério Público do Estado do Ceará. O objetivo é denunciar a situação dos trabalhadores da saúde da cidade ao órgão.


Outras informações:


Kleybe Jerônimo Mateus – Presidente do SINSEPUMI


(88) 97141456


Assessoria de Comunicação da Federação dos Trabalhadores(as) no Serviço Público Municipal do Estado do Ceará – FETAMCE:


Rafael Mesquita

Jornalista (MTE CE 2432 JP)

(85) 9920.0333 / 8867.5620


Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO