Grevistas e sindicalistas são agredidos na manifestação da greve de Tabuleiro do Norte

Os professores de Tabuleiro do Norte continuam em greve. Chegaram nesta sexta-feira ao 8º dia de paralisação exigindo respeito ao piso salarial da categoria. Houve manifestação hoje, na sede do CVT daquele município, onde estava sendo realizada a sessão ordinária dos vereadores municipais. Cerca de 200 manifestantes, entre professores, pais e alunos dos colégios municipais protestaram contra a votação que os vereadores estavam fazendo com relação a dois projetos de lei que retiram direitos dos trabalhadores.


Segundo a secretária geral da FETAMCE e diretora estadual da CUT, Vilani de Sousa, a manifestação foi reprimida por forte aparato policial, inclusive ela e outros dirigentes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Tabuleiro do Norte foram agredidos pelos policiais. O forte aparato policial foi chamado pelo presidente da Câmara Municipal. Os alunos, visando desarmar os ânimos dos vereadores e dos policiais, entregaram rosas na porta do CVT.


Mas, nada disso adiantou nem a manifestação, nem as rosas, pois os vereadores votaram e aprovaram projetos que retiram direitos dos professores, como os 50% de redução da carga horária sem prejuízo dos salários, assim como a obrigatoriedade da Prefeitura investir em qualificação profissional dos professores.


Afirma Vilani de Souza, que a greve continua e os grevistas estão distribuindo manifestos mostrando à população os motivos da paralisação e pedindo apoio para sua luta justa por melhores salários e condições de trabalho.

Greve em Ubajara – Nesta sexta-feira houve audiência de negociação na sede da Prefeitura Municipal com a categoria em greve. A paralisação vai continuar até que a Prefeitura respeite os direitos dos trabalhadores.

Campanha Salarial em Bela Cruz – Nesta segunda-feira, dia 8, os servidores farão homenagem ao Dia Internacional da Mulher e um ato,dentro da Campanha Salarial 2010, na Praça da Rodoviária, no município de Bela Cruz.


Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO