Com salários atrasados, servidores de Russas denunciam início de desmonte


Profissionais da Guarda Municipal, Agentes de Trânsito (DEMUTRAN) e Agentes de Endemias do município de Russas realizaram manifestação nas ruas da cidade, na última terça-feira (23/10) para cobrar da Prefeitura o pagamento dos salários de setembro dos servidores municipais, de várias categorias, que se encontra atrasado.


O ato foi organizado pelo Sindicato dos Servidores Municipais de Russas (SINDIRUSSAS) que alerta para o processo de desmonte que se inicia na cidade, tendo em vista que o atual prefeito não elegeu o seu sucessor e logo após o resultado das eleições começou a desestruturar os serviços públicos locais. “O único grupo que ainda não foi prejudicado é o de profissionais da educação, que têm seus vencimentos provenientes, em grande parte, de recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Além disso, há um clima de preocupação sobre possíveis cortes de pessoal até o fim de outubro.”, explica Antonio Marcos, Secretário de Relações do Trabalho da Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Estado do Ceará (FETAMCE), que esteve presente no ato.


A manifestação foi iniciada em frete a prefeitura, saindo em caminhada pelas ruas até a Secretaria de Finanças da cidade. Os manifestantes com pandeiros, apitos e megafones gritavam palavras de ordem: “salário atrasado, servidor endividado” e “queremos os nossos salários, queremos os nossos salários”, alertando a população pelas ruas onde passavam.


Uma comissão, formada pela direção do Sindicato e representantes dos trabalhadores, foi recebida pela Secretária de Finanças e Tesoureira de Russas, Raimunda Rosélia. Que acordou o deposito dos salários de guardas e agentes de trânsito e de endemias ainda naquela data. O representante do SINDIRUSSAS, Valdísio Sales, indagou a Secretária quanto aos demais servidores em atraso, já que servidores das secretarias da saúde, administração e da assistência social também estão com vencimentos atrasados. A mesma respondeu que não há data prevista para o pagamento dos restantes dos servidores e nem forneceu informações de como irá regularizar a situação, já que está usando recursos do mês atual para pagar os salários do mês anterior.


O Sindicato continua mobilizando a sociedade local e encaminhou denúncia ao Ministério Público do Estado do Ceará, através da Procuradoria dos Crimes contra a Administração Pública (PROCAP). A entidade laboral também apresentará o caso ao Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), tendo em vista que se configuram claras ações de desmonte em Russa, especialmente agora no momento que inicia-se o processo de sucessão dos gestores municipais.

Para ler mais notícias clique em aqui. Siga também a FETAMCE no Twitter e no Facebook.

Assessoria de Comunicação – FETAMCE

comunicacao@fetamcetmp.org.br


Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO