Ceará leva grande delegação para a 8ª Plenária Nacional da Confetam/CUT

23 servidores/as municipais cearenses representarão o Estado na 8ª Plenária Nacional da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (Confetam/CUT), que acontece de 9 a 11 de agosto, em Curitiba (PR).

Liderados pela Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal no Estado do Ceará (Fetamce), a caravana conta com 16 delegados/as, tendo entre eles/as as lideranças principais do ramo na Terra do Sol: Enedina Soares, presidenta da Fetamce, Vilani Oliveira, presidenta da Confetam e da Confederação dos Trabalhadores do Serviço Público Municipal das Américas (Contram/ISP), e Graça Costa, secretária de relações do trabalho da Central Única dos Trabalhadores (CUT).

Também são delegados/as a lideranças Adriana Carvalho, Antonio Marcos Pinheiro, Wellington Rodrigues, Carmem Santiago, Neiva Esteves, Flavio Lopes, Barroso de Paula, Joana Ferreira, Denise Pinheiro, Nadja Carneiro, Netinha Rodrigues, Ozaneide Paulo e Oldack Sucupira.

Há ainda nomes na suplência, Maria Santos e Sheila Gonçalves, e na condição de observadores: Aneli Lima, Lea Filgueira, Janaina Santana, Rafael Fernandes e Rosimar Brito.

“O evento será um importante momento de organização do nosso ramo no Brasil, para que possamos aumentar a nossa resistência à destruição do país operada por esse governo autoritário e anti-povo. Não vão calar a nossa voz, seremos os motores desta resistência”, aposta Enedina Soares.

Plano de resistência à ultradireita

A 8ª Plenária Nacional da Confetam/CUT será o momento de a direção e convidados debaterem com a categoria a atual conjuntura, os desafios da organização sindical, o balanço político e organizativo da entidade, e traçar o plano de resistência dos trabalhadores das prefeituras brasileiras ao desgoverno do presidente de ultradireita Jair Bolsonaro (PSL).

Também estarão em pauta a crise do capitalismo, o desmonte do Estado de bem-estar social e a unidade das esquerdas; a resistência dos trabalhadores do serviço público à destruição de direitos; a disputa pelo orçamento público, a privatização da Previdência Social e o papel do Parlamento; a quarta Revolução Industrial e o futuro do trabalho; e os desafios da representação e da sustentação financeira do movimento sindical.

Almoço na Vigília Lula Livre

A Plenária da Confetam/CUT ocorrerá no Hotel Nacional Inn e encerrará com um almoço na Vigília Lula Livre, onde os servidores públicos municipais se juntarão aos companheiros e companheiras que permanecem acampados há mais de um ano nas proximidades da Superintendência da Polícia Federal (PF) de Curitiba em solidariedade ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Inocente, condenado sem crime, nem provas, Lula foi encarcerado no prédio do PF a mando do ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sérgio Moro, no dia 7 de abril de 2017, com objetivo de tirá-lo da corrida presidencial de 2018. A saída de Lula do páreo, campeão das pesquisas de intenção de voto, resultou na eleição do presidente Bolsonaro e no avanço da pauta da extrema-direita no Brasil.

Veja o programa da 8ª Plenária Nacional Estatutária da Confetam/CUT*

9 DE AGOSTO – SEXTA

13h – Abertura

Vilani Oliveira – presidenta da Confederação dos Trabalhadores do Serviço Público Municipal das Américas (Contram/ISP) e da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Brasil (Confetam/CUT)

Denise Mota Dau – coordenadora da Internacional de Serviços Públicos (ISP Américas)

Regina Cruz – presidente da CUT Paraná

Representante da Central Única dos Trabalhadores (CUT)

14h – Análise de conjuntura

A crise no capitalismo: o desmonte do Estado de bem-estar social e a unidade das esquerdas

Roberto Requião – Advogado, jornalista, urbanista, ex-governador e ex-senador do Paraná, e ex-prefeito de Curitiba (MDB)

Guilherme Boulos – coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) e candidato à Presidência da República em 2018 (PSOL)

16h – Debate

18h – Os trabalhadores do serviço público e a resistência à destruição de direitos

Graça Costa – secretária nacional de Relações do Trabalho da CUT

Junéia Batista – secretária nacional da Mulher Trabalhadora da CUT e presidenta do Comitê Mundial de Mulheres da ISP Américas

Jandyra Uehara – secretária nacional de Políticas Sociais e Direitos Humanos da CUT

10 DE AGOSTO – SÁBADO

8h – Leitura e aprovação do Regimento Interno

8h30 – A disputa pelo orçamento público: privatização da Previdência Social e o papel do Parlamento

Tadeu Veneri – deputado estadual pelo PT do Paraná

9h30 – Debate

10h30 – A Quarta Revolução Industrial e o futuro do trabalho

Clemente Ganz Lúcio – diretor técnico do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE)

11h30 – Debate

12h30 – Almoço

14h – Os desafios da organização sindical, representação e sustentação financeira

Vilani Oliveira – presidenta da Contram/ISP e da Confetam/CUT

Denise Motta Dau – coordenadora da ISP Américas

Antônio Megale – representante da LBS Advogados

16h – Debate

17h – Coffee Break

17h30 – Balanço político e organizativo da gestão

18h – Prestação de contas e previsão orçamentária

11 DE AGOSTO – DOMINGO

8h30 – Plano de lutas

9h30 – Apresentação de moções

10h30 – Encerramento

12h – Almoço no Acampamento Lula Livre

13h – Visita à Vigília Lula Livre – Superintendência da Polícia Federal de Curitiba/PR

14h – Retorno aos estados

*Programa sujeito a alterações

Serviço:

8ª Plenária Nacional Estatutária da Confetam/CUT

9, 10 e 11 de agosto de 2019

Hotel Nacional Inn – Rua Lourenço Pinto, 458, Centro – Curitiba/PR

DEIXE UM COMENTÁRIO